Para uma análise multidirecional de um momento político,  algumas variáveis devem ser observadas:

No dia 15 de abril de 2015 a juíza Bárbara de Oliveira Moreira condenou o blogueiro Augusto Barata por injúria , calúnia e difamação contra minha pessoa, Edir Veiga. Desde 2008 este sub-cidadão vem me achacando. Como sei que este senhor nunca teve desavenças pessoais contra mim, me parece claro que agentes políticos covardes utilizaram este blogueiro para me atingir. Em 2008 era o ano que antecedia as eleições para reitor de 2009. Como ajudei nas estratégias vitoriosas de todos os reitores eleitos a partir de 1984 até hoje na UFPA, quero crer que foram acadêmicos descontentes que me alvejaram naquela época, utilizando esta metáfora de inseto.

No mês de maio fiz uma pesquisa em Belém e Ananindeua sobre avaliação de governo. Em todas estas pesquisas as avaliações negativas  dos governos federal, estadual e municipais chegaram a níveis estratosféricos. Ou seja, a somatória das avaliações negativas (RUIM e PÈSSIMO) foram entre 65% e 70%.

No dia 15 de abril de 2015 a juiza Bárbara Oliveira Moreira condenou o Sr. Augusto Barata, edir do blog do Barata a pena pecuniária por injúria, calúnia e difamação contra a minha pessoa.

Este texto pretende abordar de forma articulada as causas principais e as causas secundárias da situação política em que se encontra o governo da presidente Dilma e do Partido dos Trabalhadores.  Para tal análise utilizarei como variáveis explicativas o contexto internacional, os gastos sociais, o petrolão, o desequilíbrio das contas públicas, as opções do governo no pós eleição de 2014 e o comportamento pragmático das oposições.

De acordo com metodologia estatística reconhecida internacionalmente quando uma pesquisa quantitativa é feita obedecendo todos os pressupostos teóricos, a chance de que a amostragem represente fielmente o universo pesquisado, dentro da margem de erro prevista é de  95%. Ou seja, se esta pesquisa for repetida cem vezes ela repetirá os mesmos resultados em 95 vezes, porém, sempre haverá erros em 5%, ou em 5 vezes, ela alcançará resultados fora da margem de erro.

Prefeitos tradicionais são aqueles que medem seu desempenho a partir de obras físicas de grande visibilidade pública. Manoel Pioneiro tem nos asfaltos seus principal patrimônio eleitoral.  Zenaldo pretende ter nas obras do BRT e na retomada da macrodrenagem da Estrada Nova seus grande motes de campanha.