O escândalo da Petrobrás se constituiu no epicentro das relações patrimonialistas que envolvem os partidos políticos, a alta tecnocracia e as grandes empresas brasileiras.

 

Desde a República café com leite inaugurada em 1898 por Campos Sales até a República de 1988, o que marca o sistema político brasileiro é o governismo parlamentar.  A questão é simples: existe uma dependência estrutural-tributária do poder local ao poder central e do poder legislativo ao poder executivo.

A partir de 2017 retomarei publicações semanais sobre as conjunturas estaduais e nacional.  Creio que a efervescência do momento atual exige compromisso com leituras de conjunturas sem comprometimento prévio. É preciso que a análise racional, imparcial  seja de interesse de toda sociedade brasileira e paraense.